Desemprego e desesperança crescem no Brasil de Bolsonaro

A imprensa noticiou ontem que nenhum setor da economia brasileira está contratando e que o "desemprego" subiu 12,7% no 1º trimestre do "governo" Bolsonaro/Paulo Guedes. Assim, 13,4 milhões de brasileiros estão sem qualquer tipo de trabalho... Porém a forma como é divulgada, não facilita a compreensão da sombria conjuntura nacional, pois diferente do que é veiculado na imprensa não são 12,7% de "desempregados", mas sim de DESOCUPADOS.

22/3/2019 - Protesto contra a reforma da previdência

A diferença é que a medição não somente sobre quem está empregado, formalizado, trabalhando de forma regular, mas sim também a multidão de trabalhadores que vivem de bicos, com trabalhos eventuais e toda forma de precarização. Além disso, os números escondem os outros tantos milhões de desalentados, que simplesmente desistiram de procurar trabalho.

O governo alega que esses números serão magicamente revertidos se houver a destruição da previdência pública... curiosamente são os mesmos que garantiram que se fizessem a "reforma trabalhista" (destruição da CLT e esvaziamento dos sindicatos) seriam gerados milhares de empregos e a economia cresceria... tudo mentira! O que eles propõe é a destruição do Brasil, é submeter os trabalhadores à miséria, desesperança e fome.

Nós do Sindisep/RJ acreditamos que o caminho é outro, é a organização popular, a distribuição de renda, a radicalização da democracia, ampliação do gasto público com serviços essenciais, tributar os ricos e dar poder efetivo aos trabalhadores.


Vamos a luta, venceremos!


13 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

ASSEMBLEIA DO SINDISEP-RJ

Companheiras e companheiros: Queremos lembrar que hoje, as 10h30 em primeira convocação e 11h00 em última, será realizada uma assembleia geral do Sindisep-RJ que tem como pauta a deflagração de greve

Rua Visconde de Inhauma, n.º 58, sala 1108 - Centro

Rio de Janeiro - RJ, CEP 20091-007 - Brasil