Trabalhadores ficam mais perto de uma vitória na luta em defesa do Abrigo

Atualizado: 22 de Mai de 2019

Após anos de luta dos trabalhadores, governo do Estado do Rio, anuncia obras no Abrigo do Cristo Redentor.


O Sindisep.RJ tem, desde sua fundação, combatido o desmonte do Abrigo do Cristo Redento em Bonsucesso e defendendo sua reestruturação, com vistas a transformá-lo em um centro de referência na assistência a pessoa idosa. Protestos, denúncias, articulação com outras entidades e reuniões com órgãos públicos e parlamentares foram as formas adotadas para impedir o desmonte desta instituição e trabalhar por sua restruturação.

Por diversas vezes denunciamos os problemas do Abrigo ao Fórum Permanente da Política Nacional e Estadual do Idoso no Estado do Rio de Janeiro, Fórum PNEIRJ, ao Conselho Estadual em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, CEDEPI, ao Ministério Público Estadual e em audiências públicas, tanto na ALERJ, quanto na Câmara dos Vereadores. Por conta disso, tentaram até mesmo impedir o acesso do sindicato aos servidores, mas a luta continuou.

Protesto em defesa do Abrigo do Cristo Redentor

Agora, graças a essa luta, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro, SEDSDEH, que administra o Abrigo em razão de um convênio com Governo Federal, anunciou a realização de obras utilizando verbas próprias. O anúncio feito pela Secretária da SEDSDEH, Fabiana Bentes, no dia 16 de abril de 2019, durante uma reunião com conselhos da área social, entre os quais destaca-se o CEDEPI, do qual participam diretores do Sindisep.RJ. Este anúncio que pode ser a resposta às cobranças históricas do sindicato.

Segundo a Secretária, o Abrigo foi escolhido para reformas por nele residirem pessoas idosas e estar em pior situação, fato denunciado diversas vezes pelo Sindisep.RJ. A SEDSDEH cogitou a remoção dos idosos para outros abrigos do Estado até o término das obras, porém entendemos que deve ser buscada uma forma de realizar as obras sem a remoção deles, reduzindo transtornos e incômodos aos idosos. Acreditamos que os profissionais da área médica e de enfermagem do Abrigo, se ouvidos, colaborarão com a construção de soluções para viabilizar a permanência dos idosos.

Paulo Sergio da Silva Christóvão, o Paulão, diretor do Sindisep-RJ e servidor da base com 32 anos de casa, avalia que essa promessa é fruto direto dos muitos anos de luta pela reconstrução do Abrigo, um anseio dos trabalhadores e dos idosos residentes. Devemos, mais do que nunca, acompanhar o andamento do projeto, com esperança de que tudo dê certo, concluiu Paulo.

Antônio de Paula Roldão, o Nova Iguaçu, também diretor da base, com 40 anos de trabalho, defende a urgência da revitalização do Abrigo e acredita que se ela realmente acontecer, finalmente será possível atender a um número maior de idosos que precisam um lugar para viver em paz, sendo tratados com respeito e dignidade.

O diretor Antônio Carlos de Castilho Abreu, o Carlinhos, reitera que a luta dos trabalhadores foi fundamental para manter o Abrigo vivo, em especial após os criminosos ataques de Cabral e Pezão, que, seja por ação, omissão ou negligência o deixaram em estado de abandono, prejudicando diversas atividades e serviços. “É uma vitória dos homens e mulheres de bem que lutam por esta instituição e pela vida das pessoas idosas que nela residem” afirmou.

O Abrigo Cristo Redentor foi fundado por Levy Miranda em 1936, a pedido de Getúlio Vargas, para cuidar dos pobres desvalidos, e teria tido um triste fim se não fosse o apoio e participação, além do SINDISEP-RJ, de várias entidades e grupos, como o Fórum PNEIRJ, o CEDEPI, da Paróquia Santa Bernadete (Padre Geraldo Natalino, o Gege), moradores das comunidades em seu entorno, entre outros que abraçaram a causa, concluiu Carlinhos.

Todavia não bastam promessas. Para que a vitória se concretize é fundamental acompanhar o andamento das tratativas para a recuperação do Abrigo, cobrando, além de reformas, a disponibilização de pessoal e equipamentos, para transformá-lo em um centro de referência no atendimento as pessoas idosas.

Por fim, acreditamos que as sugestões contidas no projeto elaborado pelos servidores do Abrigo em conjunto com o Fórum PNEIRJ, em documento já encaminhado à SEDSDEH, podem contribuir com o projeto de resgate do Abrigo do Cristo Redentor.


Vamos a luta, venceremos!

Viva a luta em defesa do Abrigo do Cristo Redentor!

12 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

ASSEMBLEIA DO SINDISEP-RJ

Companheiras e companheiros: Queremos lembrar que hoje, as 10h30 em primeira convocação e 11h00 em última, será realizada uma assembleia geral do Sindisep-RJ que tem como pauta a deflagração de greve

Rua Visconde de Inhauma, n.º 58, sala 1108 - Centro

Rio de Janeiro - RJ, CEP 20091-007 - Brasil